Ana Zanatti

Ana Zanatti lança “O Sexo Inútil”,

Um livro sobre o preconceito e a dignidade.

 

001

A Sextante Editora enviou para os Retratos Contados o novo livro da Ana Zanatti “O Sexo inútil”.

Ao longo de mais de 500 páginas onde são relatadas cartas, e-mails e mensagens de pessoas em sofrimento com dificuldades em lidarem com a sua orientação sexual. Tudo recebido e guardado por Ana Zanatti. Pelo meio, a autora revisita os seus diários de adolescente, com as mesmas dúvidas e questões que os jovens de hoje lhe colocam. Mudaram as leis, mas as mentalidades não mudaram assim tanto, sublinha a autora.

 

001

 

 

O livro contém os lugares-comuns da abordagem portuguesa à sexualidade, mas isso não recai sobre autora.

Misto de reportagem e autobiografia, a estrutura de O Sexo Inútil assenta na troca de correspondência que Ana Zanatti manteve durante pouco mais de um ano com Joana, pseudónimo de uma estudante de medicina de 21 anos, que culpa a família conservadora e autoritária por não ser capaz de fazer as suas escolhas, incluindo no campo sexual.

Conheceram-se em Dezembro de 2012, quando Ana Zanatti participava numa sessão de autógrafos. Joana contactou-a depois, através do Facebook e, inesperadamente, iniciaram uma troca de correio electrónico, que o livro colige, com a devida edição. Tornaram-se amigas e confidentes, com a autora a assumir-se orientadora da jovem desesperada, ou talvez a reviver-se através desse papel, pois Joana é quase um alter-ego.

 

003

 

Com uma declaração de louvor na contracapa, surgem a deputada Isabel Moreira e a jornalista São José Almeida, sendo o prefácio do professor Viriato Soromenho-Marques e o posfácio, como já ficou dito, da escritora Lídia Jorge.

“Em breve teremos o privilégio de ter

os Retratos Contados da Ana Zanatti no site

www.retratoscontados.pt “

 

Fotos-por-Carlos-Ramos_web-2224